Histórico


No início dos anos 80, o SENAI recebeu da Prefeitura Municipal de São Bernardo do Campo a doação de um terreno de 52.000 m2. Tal doação coincidiu com as primeiras discussões para a criação e implantação de um centro integrado de tecnologia no local.

Na manhã do dia 9 de novembro de 1983, empresários, representantes de associações e sindicatos empresariais e professores universitários reuniram-se no edifício sede do SENAI, na avenida Paulista, para debater a formação de técnicos industriais em Plástico e Química. Uma das conclusões daquele dia de trabalho foi que “a oferta de empregos para técnicos químicos deveria crescer num futuro próximo, mas a formação escolar desses profissionais era inadequada do ponto de vista qualitativo”.

Em1985, a Divisão de Pesquisas, Estudo e Avaliação do SENAI realizou a pesquisa “Demanda e Perfil dos Técnicos Químicos e Afins no Estado de São Paulo”, que teve como foco as áreas de processos e operações unitárias, e fundamentou as necessidades do setor, para a criação do primeiro Curso Técnico de Química no Estado de São Paulo. Essa pesquisa apontava a região do ABC como alternativa para instalação desse programa de formação profissional.

A partir daí, idealizou-se a implantação de um Centro Integrado de Formação Profissional em Cerâmica, Plásticos e Química, a Escola SENAI Mario Amato, a ser localizadaem São Bernardodo Campo. Ainda em 1985, teve início a construção das instalações.

Em 1987, com a conclusão da primeira parte das obras, o Curso Técnico de Plástico, localizado na Escola SENAI “Frederico Jacob”, no Tatuapé,em São Paulo, desde 1972, foi transferido para São Bernardo do Campo, tendo como Diretor, Prof. Ivo Boccato, no período de 01/02/87 a 01/07/88, quando assumiu a Direção o Prof. Silvio José Marola.

Em 1990, com a conclusão final das obras, iniciou-se o Curso Técnico de Química. Ainda nesse ano, o Curso Técnico de Cerâmica, localizado na Escola SENAI “Armando Arruda Pereira, inaugurada em 1952,em São Caetanodo Sul, foi transferido para São Bernardo do Campo.

Os três cursos técnicos — plástico, química, cerâmica — foram reunidos em uma única unidade escolar, sob o nome de Escola SENAI "Mario Amato", sendo inaugurada oficialmente no dia da indústria - 25 de maio de 1991.

A Escola SENAI Mario Amato foi projetada para ser um Centro Integrado de Formação Profissional nas áreas de Cerâmica, Plástico e Química, com cerca 20 laboratórios e 28 oficinas, vem, ao longo de sua história, buscando responder aos desafios do mercado, em termos de Formação Profissional e de Serviços de Tecnologia. Com 38.000 m2de área construída, tornou-se uma das maiores escolas do SENAI do DR -SP.

Em 1991, implantou um Setor de Apoio Tecnológico (SAT), que em 1996, transformou-se no Núcleo de Assistência às Empresas (NAE).

Em 1994, obteve o título CENATEC (Centro Nacional de Tecnologia) categoria bronze, projeto promovido pelo SENAI/Departamento Nacional, atendendo critérios baseados no PNQ (Prêmio Nacional da Qualidade).

Nesse mesmo ano, a escola ampliou suas instalações para implantar o curso técnico para a área da borracha. Modularizado, o curso oferecia saídas intermediárias para assistentes técnicos em qualidade em plástico e borracha; projetos e produtos em plástico e borracha; compostos de borracha e processos de vulcanização.

Em 1996, começaram a ser oferecidos treinamentos na área de Mármores e Granitos.

Em 1998, promoveu uma reformulação nos Cursos Técnicos, atendendo as necessidades do mercado de trabalho e recomendações da Lei de Diretrizes e Base da Educação. O núcleo da Cerâmica desenvolveu material gráfico e implantou o Curso de Tecnologia de Cerâmica Vermelha a Distância, difundido e atingindo os mais diversos Estados brasileiros.

Em1999, aEscola iniciou a implantação do sistema de qualidade no processo educacional, obtendo a certificação ISO 9001, em 2001.

Em 26/07/1999, autorizada pelo Ministério da Educação (Portaria nº 217/99-MEC) iniciou as atividades do Curso Superior de Tecnologia Ambiental, ofertando-se 80 vagas a cada ano no período noturno, com duração de 8 semestres mais 400 horas de estágio supervisionado.

Em 01/01/2001, assumiu a direção o Prof. Milton Gava e tiveram início turmas de classes descentralizadas, dos cursos técnicos em Química, Cerâmica e Plásticos, desenvolvidas em empresas.

O Curso Técnico em Cerâmica passou a ser ministrado em período integral, buscando atender empresas e alunos de outros Estados e, inclusive, de outros países da América do Sul.

Em 2002, uma unidade móvel de coleta de amostras de efluentes e produtos analisados nos diversos laboratórios da escola, ampliou nosso escopo de atendimentos.

Um plano de investimentos possibilitou a implantação do Núcleo de Rochas Ornamentais e o setor de Prototipagem.

Em 2003, iniciou-se a implantação um Organismo de Certificação de Produtos para atender a demanda de empresas para o mercado nacional e internacional, e um Laboratório de Microbiologia. Ampliamos nossa área de Ensino a Distância desenvolvendo uma turma-piloto de Matérias Primas Cerâmicas.

A formatura da primeira turma do Curso Superior de Tecnologia Ambiental, com 23 formandos, realizou-se em 25 de julho de 2003, sendo o próprio Mario Amato, seu Patrono. Os novos profissionais são capacitados para realizar o controle ambiental nos processos produtivos, por meio de estudos nas áreas de efluentes, resíduos e emissões gasosos, com o objetivo de atenuar ou eliminar os impactos ambientais.

Em agosto de 2003, obteve o reconhecimento do MEC como Curso Superior de Tecnologia Ambiental Industrial, com menção A.

Pela Portaria Nº 283, de 20 de janeiro de 2004, o MEC reconhece o Curso de Tecnologia Ambiental (Área Profissional: Meio Ambiente) ofertado pela Faculdade SENAI de Tecnologia Ambiental e que, a partir de então, denominou-se “Curso Superior de Tecnologia Ambiental Industrial” com duração de seis semestres mais 400 horas de estágio supervisionado.

Assim, de um Centro Integrado em Cerâmica, Plástico e Química, a Escola SENAI Mario Amato vem ampliando, nos últimos anos, o seu campo de atuação buscando consolidar-se como Centro de Referência em Química, Materiais e Meio Ambiente.

Exportar Calendário


Você pode exportar os eventos da escola para o Apple iCal, Microsoft Outlook ou Google Calendar.

Fechar